facebook twiter Youtube

Anvisa proíbe venda de paçoca após encontrar substância cancerígena em produtos


paçoquinha-caseira

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou, nesta quarta-feira (17), a interdição de oito lotes de paçoca (doce de amendoim) da marca Dicel. Segundo a análise de uma auditoria interna, o lote do alimento, distribuído pela Indústria e Logística Wethonklauss Constante Ltda, excedeu o limite do teor de aflatoxinas, espécies de micotoxinas encontradas em alimentos.

De acordo com relatório do Laboratório de Análise Micotoxicológicas (Lamic), em Santa Maria (RS), foi detectado teores da substância acima do limite máximo tolerado permitidos para amendoim com casca, descascado, cru ou tostado, pasta de amendoim ou manteiga de amendoim.

As substâncias aflatoxinas são tóxicas e carcinogênicas e, por isso, produtos fora da especificação não podem ser consumidos pela população. As paçocas dos lotes 0042, 0029, 0040, 0026, 0023, 0027, 0092 e 0024 estão proibidas de serem comercializados e os que estiverem à venda devem ser recolhidos.

Fonte: Correio da Bahia

Fraudes se sofisticam e exigem mais cuidado em transações pela internet

Apesar de aumento nos lucros, bancos cortam 8,5 mil postos de trabalho

Deixe seu comentátio

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *