facebook twiter Youtube

Se patronal não negociar comerciários de Irecê vão parar, alerta Secir


Há  mais de dois meses esperando resposta do Sindicato Patronal sobre a pauta de reivindicação salarial 2018, entregue no dia 20 de dezembro do ano passado, o Sindicato dos Comerciários de Irecê e Região (Secir)  convoca os trabalhadores e trabalhadoras para realizar manifestações e pressionar o Sindicato Patronal a negociar e assinar a Convenção Coletiva de Trabalho.

De acordo com presidente do Secir, Rafael Sydartha, o Sindicato vai programar uma agenda de lutas para começar os piquetes nas empresas, já que a data base dos comerciários é 1º de janeiro e até agora não houve boa vontade do patronal em sentar com a categoria para dialogar.

“É muito grande a falta de respeito dos patrões com os trabalhadores. Tenho convicção de que nesse momento de intransigência patronal, só com pressão e trabalhadores nas ruas, conseguiremos fazer os patrões sentarem para negociar. Sem negociação, os comerciários vão parar”, alertou o presidente.

 

Após um dia de manifestação, Reforma da Previdência é excluída da pauta em 2018

Congresso da FEC-BA fortalece debate sobre importância da unidade no movimento sindical

Deixe seu comentátio

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *