facebook twiter Youtube

Trabalhadores da Concreta paralisam obra em Morro de São Paulo


Mais de 70 trabalhadores da empresa Concreta Tecnologia e Engenharia paralisaram as atividades na manhã dessa terça-feira (19/7), no canteiro de obra da reforma do Forte de Morro de São Paulo, na ilha de Tinharé, município de Cairú, em protesto pelo não fornecimento da cesta básica, não tem área de vivência, não tem água para banho, há somente um vaso sanitário e um chuveiro para todos e o alojamento em condições inadequadas, sem camas e com colchões no chão.

A direção do Sintracom-BA está no local e se reuniu com a empresa e os responsáveis se comprometeram a fornecer a cesta básica, a partir da folha de pagamento de julho e solucionar as demais irregularidades no prazo de 10 dias. Quanto aos alojamentos, a Concreta se responsabilizou em colocar, ainda hoje, camas e televisores em todas as casas.

Foi tirada uma comissão para trabalhar resolvendo as demais pendências dentro do prazo assumido pela empresa.

Os trabalhadores decidiram em assembleia retornar às atividades e, caso as pendências não sejam solucionadas, pode haver uma nova paralisação.

O SINTRACOM-BA está de olho!

Fonte: Sintracom Bahia.

Ministério da Integração libera R$ 3 milhões para o Baixio de Irecê

Primeira agroindústria do Pró-Semiárido beneficiará 3.225 famílias

Deixe seu comentátio

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *